Como usar o cérebro para empreender

“Conhece-te a ti mesmo”
Sócrates

O cérebro humano é uma das maiores maravilhas que Deus nos deu. Os maiores cientistas da história da humanidade sempre estudaram o ser humano, e ultimamente, especificamente, o cérebro humano, para tentar compreender o que se passa na cabeça de cada um de nós. Com tantas evoluções desde os gregos, Darwin, até os foguetes, a internet, atualmente a internet das coisas, estudos cientistas e até místicos e metafísicos.

Vamos conversar sobre o cérebro humano dividindo-o em duas partes, esquerda e direita, e nomeando-os de SELF 1 (parte esquerda) e SELF 2 (parte direita). No Self 1 (Hemisfério Esquerdo), segundo José Roberto Marques, EU JULGADOR onde fazemos os mais diversos julgamentos, todos nós temos alguma coisa de juiz, de julgador e ficamos imaginando o que é certo e o que é errado, mesmo que não possamos exteriorizar tais pensamentos;

EU COGNITIVO, RACIONAL – nesta análise racional nos tornamos inflexíveis com nós mesmos muitas vezes e com o próximo. Faço uma alusão ao homem máquina da administração científica de Taylor (criador da tese dos tempos e movimentos na administração científica).

EU CRÍTICO – nesse sentido nós humanos, racionais costumamos criticar todos e, muitas vezes, sem nos apercebermos do motivo das ações dos outros; muitos autores e estudiosos aconselham que se troque o julgamento pela curiosidade de nos colocar no lugar do outro e analisarmos como faríamos nessa situação, ao invés de julgarmos sem sabermos as razões para aquela atitude;

EU DIRETIVO NO COMANDO – aprendemos que para comandar, palavra vinda das forças armadas, nós precisamos ser racionais e diretivos no sentido do imediato, do consequente para nós mesmos;

GERADOR DE INTERFERÊNCIAS – esse lado do nosso cérebro se encarrega de juntar o julgamento com nossa parte crítica, para fazermos inferências a respeito de vários assuntos, muitas vezes sem nexo;

APRENDE POR PARTES E NÍVEIS, UMA COISA DE CADA VEZ – na aprendizagem no cérebro esquerdo se aprende por partes e níveis, ou seja uma coisa de cada vez, apesar de dar a entender que é uma aprendizagem cumulativa, sequenciada, mas não é, a perfeição do nosso cérebro é tamanha que o próprio hemisfério coloca todo aprendizado em ordem;

MENTE ASSOCIATIVA – é incrível como nossa mente faz associações de assuntos com imagens, objetos tangíveis e intangíveis, textos e palavras, números e fórmulas;

CONDICIONADA – A mente do hemisfério esquerdo ou SELF 1 é condicionada ao momento, às circunstâncias, ao ambiente, às companhias de pessoas que estejamos compartilhando esses momentos, enfim, ela vive o dia a dia mais focada no presente do que no passado ou no futuro;

EXISTE NO TEMPO DO RELÓGIO – O SELF 1 vive o presente ou tempo presente de Chronos, é uma existência marcada por segundos, minutos, horas, dias, anos, séculos e milênios. Diferentemente do tempo de Kairós que é marcado pela intensidade, pela eternidade. Se você fechar seus olhos é capaz de viver uma vida inteira em poucos minutos ou horas, você é capaz de se transportar de um país a outro sem sentir a viagem, através do pensamento.

Já o SELF 2 ou hemisfério direito do cérebro nos transporta ao inconsciente, aos aspectos da alma, da sensibilidade, da emoção e do nosso eu não conhecido. Vejamos algumas diferenças entre o Hemisférico esquerdo e direito do cérebro:

As diferenças dos hemisférios[1]

HEMISFÉRIO ESQUERDO – Verbal: Usa palavra para manobrar, descrever e definir.

HEMISFÉRIO DIREITO – Não verbal: Tem conhecimento das coisas, através de uma relação não verbal.

HEMISFÉRIO ESQUERDO – Analítico: Soluciona as coisas passo a passo e parte por parte.

HEMISFÉRIO DIREITO – Sintético: Une as coisas para formar todos os conjuntos.

HEMISFÉRIO ESQUERDO – Simbólico: Usa um símbolo para representar algo.

HEMISFÉRIO DIREITO – Concreto: Relaciona-se com as coisas tal como são e no momento presente.

HEMISFÉRIO ESQUERDO – Abstrato: Toma um pequeno fragmento de informação e usa-o para representar o todo.

HEMISFÉRIO DIREITO -Analógico: Observa semelhança entre as coisas, compreende as relações metafóricas.

HEMISFÉRIO ESQUERDO –  Temporal: Leva em conta o tempo e a ordem das coisas em sucessão.

HEMISFÉRIO DIREITO – Atemporal: Não tem sentido de tempo.

HEMISFÉRIO ESQUERDO – Racional: Extrai conclusões baseadas nas razões e nos dados.

HEMISFÉRIO DIREITO – Não racional: Não necessita basear-se na razão nem nos danos.

HEMISFÉRIO ESQUERDO – Não Espacial: Não vê as relações entre uma coisa e outra, e como as partes se unem para formar um todo.

HEMISFÉRIO DIREITO – Espacial: Vê as relações entre uma coisa e outra, e a maneira como as partes unem-se para formar um todo.

HEMISFÉRIO ESQUERDO – Lógico: Extrai conclusões baseando-se na lógica, tudo segue uma ordem lógica, como por exemplo um teorema matemático e um argumento bem exposto.

HEMISFÉRIO DIREITO – Intuitivo: Baseia-se em dados incompletos, sensações e imagens.

HEMISFÉRIO ESQUERDO – Linear: Pensa em função de ideias encadeadas, de modo que um pensamento sucede o outro.

HEMISFÉRIO DIREITO – Holista. Observa a totalidade das coisas de uma só vez, percebe as formas e estruturas em conjunto.

O lado esquerdo do cérebro interpreta literalmente as frases ditas. O lado direito percebe a intenção oculta. Por ser racional, pé no chão, o lado esquerdo não se aventura a criar, inventar e sonhar. O lado direito solta a imaginação e assume ser livre.

Considerando estas tantas diferenças entre os lados esquerdo (SELF 1) e direito (SELF 2) do cérebro humano podemos inferir a utilidade de cada um e o quanto nós não nos conhecemos interiormente.

Um dos objetivos do processo de Coaching é o autoconhecimento, ou seja, precisamos nos conhecer, olhar pra dentro de nós mesmos, estudar e tentar conhecer um pouco mais de nosso SELF 2 ou do lado direito do nossos cérebro, a fim de que possamos viver melhor conosco e com os outros à nossa volta.

O autoconhecimento nos torna senhores do nosso destino, ao invés de deixarmos que outras pessoas tome posse da nossa vida. Deus nos deu o livre arbítrio justamente para que possamos encontrar o que é melhor pra nós e para nossa vida aqui na terra. Por isso que todas as pessoas que almejam empreender em qualquer ramo da vida, deve, primeiramente, conhecer a si mesmo.

 

[1] http://www.portalsaofrancisco.com.br/corpo-humano/hemisferios-cerebrais acessado em 01.08.2017.

João Lavor

Contador Prof. Dr. João F. de Lavor – Life Coach, Doutor em Educação, Mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente, Contador e Pedagogo.

Website: http://www.joaolavor.com.br

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado.